Sobre Nós

Pra começar, o fansub foi fundado em 04 de Janeiro de 2013 e ao contrário do que todos pensam, a ideia de montar a BTR saiu de duas cabecinhas pensantes, uma era do Staz o membro fantasma, mas também muito importante já que a tradução do primeiros dois episódios de Amnesia que foram lançados na BTR foi dele, mas por motivos pessoais ele acabou tendo que sair uma semana após assumir o cargo deixando assim um único admin e pessoa para o fansub, que no caso, sou eu Loke. A ideia principal do fansub naquela época era legendar o que gostássemos e depois trabalhar nos Blu-rays das séries após a conclusão delas, coisa que acho que não deu muito certo, já que os BDs geralmente são deixados de lado até que todos os volumes tenham saído e tudo é lançado junto.

2015-bday-kyoukai-no-kanata

Hoje em dia, o fansub não conta mais só comigo, já que de uns tempos pra cá algumas pessoas bondosas se ofereceram para me ajudar a cuidar do fansub, e mesmo que por pouco tempo estão ajudando bastante no trabalho geral. Uma vez ou outra perguntam que tipo de anime gostamos de legendar, bem, não tenho isso de um determinado gênero, mas geralmente gosto de trabalhar em Haréns Inversos, Sobrenatural, Ecchi, Drama e Romance, sendo esses dois últimos os que mais amo, mas trabalho também de vez em quando com Shounens. Falando um pouco mais, creio que os animes que mais marcaram o fansub foram Tokyo Ravens, Kore wa Zombie Desu ka? e em especial  Nagi no Asukara, que de longe foi o que mais adorei trabalhar, digo, foi um anime onde uniu tudo aquilo que eu esperava de um anime em um único, como personagens carismáticos, músicas tema maravilhosas e um cenário de tirar o fôlego.

2015-bday-free

Com respeito aos lançamentos temos a filosofia de colocar os diálogos em softsub e o restante todo em Hard, isso também vai pros Blu-rays, a legenda em softsub é mais pelo fato de quando erros forem encontrados não precisemos reencodar tudo de novo e fazer todo mundo rebaixar o episódio, sendo que um pequeno patch possa resolver, a questão aqui é que fica mais cômoda, não porque necessariamente seja melhor, só pra deixar claro. No encode do vídeo é usado o Hi10p, mais conhecido por todos como “10bits” isso para os lançamentos em HDTV, salvo algumas exceções como GochiUsa, já que deixa o vídeo com uma qualidade boa e com um tamanho menor, mas também há os Blu-rays em que o encode do vídeo é feito de forma diferente, o 720p continua com o 10bit pra codec principal do vídeo, mas só que ficará bem mais pesado que o HDTV porque as configurações de encode mudam para que o vídeo fique o mais próximo possível da RAW, já no 1080p aí já é diferente, já que penso no 1080p pra ser reproduzido na TV, então sempre virá com audio AAC ou AC3, o vídeo em 1080p com os karaokês e os signs (as plaquinhas e quaisquer outras coisas que não são diálogo) em Hardsub e os diálogo em si em Softusub, parti da ideia de que a maioria das TVs tem suporte para os formatos de legenda.

Be the first to comment

Leave a Reply

Seu e-mail não será publicado.


*